Número de mortos em deslizamentos de terras na China sobe para 127

Número de mortos em deslizamentos de terras na China sobe para 127

 

Lusa / AO online   Internacional   8 de Ago de 2010, 12:55

A agência oficial Nova China atualizou para 127 o número de mortos em consequência dos deslizamentos de terras no noroeste da China ocorridos no sábado à noite.

De acordo com a Nova China, estão desaparecidas cerca de duas mil pessoas.

O primeiro-ministro Wen Jiabao chegou hoje ao local do desastre, e o Presidente Hu Jintao, por sua vez, pediu às equipas de socorro para fazer tudo o que estiver ao seu alcance para salvar vidas na zona afetada.

Os deslizamentos de terras ocorreram na província maioritariamente tibetana de Gansu, precisou a Nova China, citando Mao Shengwu, responsável da prefeitura afetada.

As autoridades destacaram 3.000 soldados e uma centena de membros de pessoal médico para que participem nas operações de busca e salvamento, indicou a televisão do Estado.

A eletricidade foi cortada na maior parte desta zona, última região do país a ser atingida pelas chuvas torrenciais, que, desde o início do ano, fizeram mais de 2.100 mortos ou desaparecidos no conjunto do país e provocaram a deslocação de 12 milhões de pessoas.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.