Número de casos de VIH/SIDA aumentou 14% na China

Número de casos de VIH/SIDA aumentou 14% na China

 

Lusa/Ao online   Internacional   29 de Set de 2018, 19:29

O número de doentes com VIH/SIDA aumentou 14% na China num ano, a maioria dos casos devido a contágio durante relações sexuais, indicaram este sábado as autoridades chinesas de saúde, citadas pela agência noticiosa oficial.

Mais de 820.000 pessoas com VIH/SIDA foram diagnosticadas no final de junho, um aumento de 100.000 num ano, informou a agência Xinhua, citando dados divulgados por autoridades de saúde durante uma conferência sobre a doença.

Mais de 40.000 novos casos foram relatados apenas no segundo trimestre, 93,1% dos quais contraíram o vírus através de relações sexuais.

O número de contaminações por transfusões de sangue foi "basicamente reduzido a zero", segundo a agência.

Nas décadas anteriores, a China foi abalada por escândalos de contaminação em larga escala durante campanhas de sangue e transfusões de sangue, que afetaram dezenas de milhares de pessoas.

Nos anos de 1990, nas áreas rurais da China, dezenas de milhares de pessoas, por vezes toda a população de uma vila, foram infetadas com equipamentos contaminados durante programas de recolha de sangue, organizados pelas autoridades.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.