Northern Rock prefere oferta de compra da Virgin


 

Lusa / AO online   Economia   26 de Nov de 2007, 10:51

O banco britânico Northern Rock qualificou a oferta do consórcio liderado pelo grupo Virgin como a "preferida", acelerando as conversações para a venda do banco, segundo um comunicado enviado à Bolsa de Londres.
A oferta da Virgin inclui o pagamento imediato de 11.000 milhões de libras (cerca de 15.300 milhões euros) dos 25.000 milhões de libras (cerca de 34.800 milhões euros) que o Northern Rock deve ao Banco de Inglaterra, relativamente ao crédito de emergência concedido em Setembro.

A Virgin, que dispõe de créditos do Citigroup e do Royal Bank of Scotland para o primeiro pagamento ao banco emissor, abonaria os restantes 14.000 milhões de libras (cerca de 19.500 milhões de euros) nos próximos três anos, segundo a BBC.

O consórcio, cuja proposta conta com o beneplácito do governo, propõe injectar na entidade 1.300 milhões de libras (cerca de 1.800 milhões de euros) a pronto, através do seu negócio Virgin Money, avaliado em 250 milhões de libras (cerca de 350 milhões de euros).

Os oferentes encarregar-se-iam de metade da injecção do dinheiro e o restante mediante uma emissão de acções para os actuais accionistas ao preço de 0,25 libras por título.

e esta emissão se proceder, a Virgin acabará por ser proprietária de 55 por cento do capital da emprsea resultante, que passará a chamar-se Virgin Money, uma marca que já existe e que comercializa papéis de crédito.

A Virgin, que manteria o banco na Bolsa de Londres, assegurou que não tenciona fazer qualquer corte nos 6.000 trabalhadores do Northern Rock.

O Northern Rock recebeu dez ofertas de compra desde que está à venda, prevendo vender o negócio antes de Março de 2008.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.