Netanyahu defende "ameaça militar forte e credível" para deter programa nuclear iraniano

Netanyahu defende "ameaça militar forte e credível" para deter programa nuclear iraniano

 

Lusa / AO online   Internacional   29 de Jul de 2012, 12:48

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, defendeu hoje uma "ameaça militar forte e credível" que obrigue o Irão a parar com o seu programa militar, numa conferência de imprensa junto do candidato republicano à presidência dos Estados Unidos.

 

Ao lado de Mitt Romney, Netanyahu defendeu a necessidade de “fazer tudo” o que estiver ao seu alcance para impedir que o Irão tenha armamento nuclear.

“Temos de ser honestos e dizer que as sanções e a diplomacia até agora não fizeram retroceder rapidamente o programa nuclear iraniano”, afirmou.

Romney, por seu lado, disse que irá discutir com o governante israelita possíveis "ações adicionais para disuadir o Irão da sua loucura nuclear”, segundo declarações citadas pelo gabinete de Netanyahu.

Na agenda de Romney estão marcados encontros com outros líderes israelitas e com o primeiro-ministro palestiniano, Salam Fayad.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.