NATO restringe operações conjuntas com afegãos


 

Lusa/AO Online   Internacional   18 de Set de 2012, 08:33

A NATO decidiu restringir as operações conjuntas com as forças afegãs depois de uma série de "ataques internos" dos militares afegãos aos aliados ocidentais, disseram hoje oficiais.

A maioria das patrulhas conjuntas com as tropas afegãs serão apenas conduzidas por batalhões e acima deste nível, com a cooperação de pequenas unidades "avaliadas caso a caso e aprovadas pelos comandantes regionais", informou em comunicado a Força de Internacional de Assistência à Segurança (ISAF).

A decisão foi tomada depois de seis soldados da ISAF terem sido mortos por um alegado polícia afegão e após os talibãs terem destruído seis aviões caça americanos num ataque sem precedentes numa importante base no sul do país.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.