Músico Rodrigo Serrão participa marca presença na Free Hands Academy na Califórnia


 

Lusa/Ao online   Cultura e Social   28 de Jul de 2018, 01:51

O músico Rodrigo Serrão, que no ano passado editou o primeiro álbum em nome próprio, intitulado "Stick to the Music", participa na próxima semana em várias atividades na Free Hands Academy, na Califórnia.

Em comunicado, a produtora do músico afirma que este vai participar “durante o mês de agosto, em diversas ações” da academia, na Universidade Judaica, nos arredores de Los Angeles, no Estado norte-americano da Califórnia, nomeadamente num ‘workshop’, no dia 18 de agosto, no qual lecionará ao lado do músico de jazz Emmett Chapman, criador do 'chapman stick', instrumento que é o único português, atualmente, a tocar.

Esta é a primeira vez, segundo a mesma fonte, que um ‘stickista’ europeu participa nesta oficina anual da academia fundada por Chapman.

Músico, compositor e poeta, Rodrigo Serrão editou no ano passado o álbum "Stick to the Music", e está a preparar um novo CD, “Trovador: Do Amor e Outras Histórias”, a editar brevemente.

Rodrigo Serrão, que acompanhou, entre outros, a fadista Katia Guerreiro, é o primeiro músico português a utilizar o 'chapman stick', instrumento criado pelo músico de jazz Emmett Chapman, nascido há 81 anos nos Estados Unidos, embora o primeiro português a ter um tenha sido o músico Ricardo Mendes, 'stickista' do Porto.

Sobre o CD álbum "Stick to the Music", o compositor e produtor explicou à agência Lusa que partiu do repertório clássico e de peças tradicionais de raiz europeia, propondo “um concerto especialmente concebido para explorar emoções e viajar através da música”.

“Stick to the Music” é também o primeiro CD em que Rodrigo Serrão dá a conhecer a sua voz, logo no primeiro tema, “Hei-de Amar-te a Vida Inteira”, cuja interpretação partilha com Fernanda Paula.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.