Nuclear

Moscovo reserva-se o direito de abandonar novo tratado START

Moscovo reserva-se o direito de abandonar novo tratado START

 

Lusa / AO online   Internacional   6 de Abr de 2010, 12:40

Moscovo reserva-se o direito de abandonar o novo START, que será assinado na quinta-feira, em Praga, se o sistema antinuclear norte-americano ameaçar a eficácia das suas forças nucleares, advertiu esta segunda-feira o ministro dos Negócios Estrangeiros russo.
"A Rússia terá o direito de sair do tratado START se o desenvolvimento quantitativo e qualitativo do potencial de defesa anti míssil dos Estados Unidos começar a pesar sobre a eficácia das forças nucleares estratégicas ", declarou Serguei Lavrov.

No entanto, o chefe da diplomacia russa considerou que o novo tratado sobre desarmamento nuclear testemunha um "novo nível de confiança" nas relações entre a Rússia e os Estados Unidos, os dois antigos inimigos da Guerra Fria.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.