Morreu a atleta e artista de variedades Manecas, de 77 anos


 

Lusa/Ao online   Nacional   23 de Set de 2018, 17:30

A atleta e artista de variedades Manuela Novais, conhecida como ‘Manecas’, de 77 anos, morreu na manhã deste domingo, no Hospital Garcia de Orta, em Almada, no distrito de Setúbal, disse à agência Lusa um familiar.

Manuela Novais que foi lançadora de peso e chegou a ser campeã nacional de Badminton, fundou em 1973 o restaurante Manecas, no Parque Mayer, espaço lisboeta onde atuou em vários teatros, tendo contracenado, entre outros, com a atriz Manuela Maria.

O seu restaurante tornou-se um espaço de encontro de artistas e de tertúlias, tendo também inaugurado um restaurante, Manecas II, no Bairro Alto que, entretanto, encerrou.

Entre 1966 e 1969 fez Manecas sucesso no Brasil, onde gravou discos. Testemunha deste sucesso é a cantora Maria José Valério, que numa entrevista disse que Manecas lhe abriu portas do meio musical brasileiro.

Manuela Novais nasceu em Setúbal e, além de atriz foi também fadista, tendo sido a criadora do fado “Agora Choro à Vontade” (Guilherme Pereira da Rosa/Eugénio Pepe).

O velório de Manecas realiza-se na segunda-feira a partir das 18:00 na igreja de Santa Isabel, em Lisboa, de onde, na terça-feira às 14:00 sai o funeral para o cemitério do Alto de S. João, também na capital.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.