Mau tempo

Moradores da Fajãzinha regressam a casa

Moradores da Fajãzinha regressam a casa

 

Lusa/AO online   Regional   14 de Dez de 2010, 11:13

Os habitantes da Fajãzinha já regressaram todos a casa, mas a lama acumulada nesta freguesia da ilha das Flores continua a testemunhar as derrocadas de 3 de Dezembro que os obrigaram a passar uma semana num aldeamento turístico.
Sidónia Cordeiro, uma das moradoras da localidade que teve que abandonar a sua casa na sequência dos deslizamentos de terras, afirmou esta terça-feira que o regresso a casa não significa a retoma da “normalidade”.

“Temos trabalho para um ano, há muito entulho e lama”, referiu, queixando-se da “muita humidade” que tem em casa.

A moradia de Sidónia Cordeiro foi uma das que ficou inundada devido às enxurradas, pelo que teve que passar a noite em casa do sogro quando regressou à Fajãzinha na sexta-feira.

“Só passamos a dormir em casa no domingo”, acrescentou, insistindo que, apesar de ter vários desumidificadores ligados em casa, a “humidade é uma coisa muito séria”.

As derrocadas e inundações de 3 de Dezembro deixaram duas casas em perigo de ruírem e outras três sem condições de habitabilidade, tendo os seus moradores sido alojados em moradias da Fajãzinha em melhor situação.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.