Monte Verde Festival com carregamentos online nas pulseiras

Monte Verde Festival com carregamentos online nas pulseiras

 

Susete Rodrigues/AO Online   Cultura e Social   27 de Jul de 2018, 12:00

Depois de ser um dos primeiros festivais em Portugal a utilizar um sistema 100% cashless, o Monte Verde Festival torna-se agora o primeiro festival a nível nacional a permitir o carregamento de pulseiras online.

A inovação tem sido palavra de ordem na organização do Monte Verde Festival e a tentativa constante de melhorar a experiência dos seus festivaleiros tem sido um dos seus principais focos. Com diversas medidas ao longo das várias edições, o MVF tem-se tornado um dos festivais mais tecnológicos e inovadores do país, refere comunicado de imprensa.

A nota recorda que em 2016 o Monte Verde Festival foi um dos primeiros festivais em Portugal a utilizar um sistema 100% cashless onde não há uso direto de dinheiro por parte dos festivaleiros, facilitando assim todo o processo de compra dos clientes e agora, dois anos mais tarde e novamente numa parceria com a empresa Glownet, torna-se o primeiro festival em território nacional a permitir que os seus festivaleiros carreguem as suas pulseiras sem terem que sair de casa.

Esta inovação faz com que o público possa entrar no festival já com a sua pulseira carregada, facilitando ainda mais o processo de compra. Os carregamentos poderão ser feitos através do site monteverdefestival.com até ao dia 7 de agosto.

Tendo em conta a responsabilidade ambiental que o festival possui, esta iniciativa insere-se também no programa 'Sê-lo Verde', um programa onde são implementadas medidas como a desmaterialização de todos os pagamentos através da implementação do sistema cashless e a utilização de copos reutilizáveis e biodegradáveis que estimulam a redução e reciclagem, encorajando uma maior consciencialização da gestão de recursos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.