Justiça

Ministério Público recorre da absolvição de Paulo do Vale

Ministério Público recorre da absolvição de Paulo do Vale

 

Luís Pedro Silva   Regional   10 de Set de 2010, 12:05

O Ministério Público de Ponta Delgada já recorreu da absolvição do ourives Paulo do Vale, absolvido duas vezes em julgamento pelo crime de receptação de dois castiçais do século XVI, avaliados em 16 mil euros.
O recurso apresentado pelo Ministério Público pretende que o ourives seja condenado pelo crime de receptação, alegando que houve prática de dolo na intervenção do ourives.

O recurso apresentado no Tribunal da Relação de Lisboa já foi analisado e mereceu uma resposta do advogado de defesa do ourives, Pedro Nascimento Cabral.

Durante as próximas semanas, a Relação de Lisboa vai analisar o processo e poderá ordenar nova repetição do julgamento - seria o terceiro - ou considerar que a decisão de absolver o ourives é a mais correcta.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.