Ministério público prossegue investigações sobre 'caso Banif'


 

Lusa / AO online   Economia   2 de Fev de 2010, 17:56

O Ministério Público vai continuar a investigar o 'caso Banif', mesmo depois do arquivamento da queixa de Angola relativa à alegada burla na compra de 49 por cento do banco, disse esta terça-feira a Procuradora-geral adjunta, Cândida Almeida.
"Os queixosos já vieram dizer que estavam integralmente pagos nos montantes em que foram burlados (…) Obviamente o Ministério Público (MP) terá nessa parte de arquivar o processo", disse Cândida Almeida, à margem da conferência 'O Estado e a Competitividade da Economia Portuguesa', que decorreu esta terça-feira na Universidade Nova de Lisboa.

O Estado angolano já recebeu 75 por cento do total da verba reclamada no 'caso Banif', que totaliza 150 milhões de dólares (cerca de 105 milhões de euros).

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.