Miguel Oliveira faz história em corrida de MotoGP dominada por Marc Márquez

Miguel Oliveira faz história em corrida de MotoGP dominada por Marc Márquez

 

Lusa/Ao online   Outras modalidades   31 de Mar de 2019, 20:41

O piloto Miguel Oliveira (KTM) entrou este domingo para a história ao tornar-se no primeiro português a pontuar na classe rainha do Mundial de motociclismo de velocidade, a MotoGP, ao terminar o Grande Prémio da Argentina na 11.ª posição.

Miguel Oliveira cortou a meta a 25,855 segundos do vencedor, o espanhol Marc Márquez (Honda), mas a apenas 176 milésimos do 10.º, o espanhol Pol Espargaró, numa KTM oficial, e a 563 do nono, o irmão Aleix Espargaró, numa Aprili, somando os primeiros cinco pontos de um piloto luso em MotoGP.

O piloto natural de Almada foi também o segundo melhor dos quatro pilotos KTM em prova e bateu o espanhol Jorge Lorenzo (Honda), pentacampeão mundial nas várias categorias, que se ficou pela 12.ª posição, a quase dois segundos do português.

Com este resultado, Miguel Oliveira subiu ao 15.º lugar do campeonato, com cinco pontos, sendo já o segundo melhor estreante, a apenas três pontos do espanhol Joan Mir (Suzuki) e do italiano Fabio Quartararo (Yamaha).

O piloto português, que arrancou da 14.ª posição, chegou a perder um lugar na partida, mas à quinta volta já era 13.º colocado, pressionando os irmãos Espargaró durante o resto da corrida.

Na última volta, assumiu o 11.º lugar graças a uma queda que deixou fora de prova o espanhol Maverick Viñales (Yamaha) e o ítalo-brasileiro Franco Morbidelli (Yamaha).

"Estou realmente satisfeito com esta corrida. É bom terminar nos pontos, que era o nosso objetivo quando viemos para a Argentina, depois de ter ficado tão perto na primeira corrida. Por isso, estou muito contente", disse o piloto português, citado pela assessoria de imprensa da sua equipa.

Agora, Oliveira terá "uma semana para descansar", de forma a regressar ao Texas, palco da próxima corrida, em 14 de abril. "Será mais uma pista que teremos de descobrir juntamente com a mota, mas estou muito satisfeito com a minha prestação na Argentina, sendo a segunda KTM, muito próximo do Pol [Espargaró]", observou.

Márquez, campeão em título, dominou a corrida desde o arranque, terminando com 41.43,688 minutos e 9,816 segundos de vantagem sobre o italiano Valentino Rossi (Yamaha) e 10,530 segundos para Andrea Dovizioso (Ducati), ultrapassado pelo veterano da Yamaha na última volta.

Com este resultado, Márquez assumiu a liderança do campeonato, com 45 pontos, com Dovizioso em segundo, com 41, e Valentino Rossi com 31.

Em Moto2, a vitória ficou nas mãos do italiano Lorenzo Baldassari, numa Kalex da Flexbox, enquanto em Moto3 ganhou o espanhol Jaume Masia, em KTM.

A próxima corrida do Mundial de motociclismo de velocidade é o Grande Prémio das Américas, em 14 de abril, nos Estados Unidos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.