IRC

Meeke quer esquecer Ypres Rally no SATA Rallye Açores

Carregando o video...

 

Arthur Melo   Motores   29 de Jun de 2010, 12:42

O irlandês Kris Meeke pretende repetir a vitória de 2009 no SATA Rallye Açores, pretendo assim esquecer o abandono sofrido no Ypres Rally 2010, numa altura em que lutava pela vitória com Freddy Loix
O irlandês Kris Meeke não foi feliz no Ypres Rally 2010, sexta prova pontuável para o Intercontinental Rally Challenge/Eurosport, uma vez que foi forçado a abandonar a prova belga na segunda especial do segundo dia de prova.

Um despiste atirou o campeão de 2009 do IRC para fora da luta pela vitória, isto quando encetava a recuperação para o então líder e vencedor da prova, o belga Freddy Loix.

Numa curva rápida à direita, Meeke abriu a trajectória de saída e o despiste foi inevitável.

Através do canal da Peugeot UK, no YouTube, o piloto e os responsáveis da equipa abordam o abandono do piloto e projectam que a melhor forma de esquecer o sucedido é repetir, no SATA Rallye Açores, a vitória alcançada pelo irlandês em 2009.

Recorde-se que o ano passado Kris Meeke foi o vencedor incontestado da prova do Grupo Desportivo Comercial e o piloto do Peugeot 207 S2000 está apostado em recuperar a luta pela revalidação do título a partir da prova açoriana, agendada para ter lugar entre 15 e 17 de Julho.

Quanto ao Ypres Rally, Freddy Loix (Skoda Fabia S2000) foi o vencedor, seguido checo Jan Kopecký (Skoda Fabia S2000) e o belga Thierry Neuville (Peugeot 207 S2000).

O português Bruno Magalhães (Peugeot 207 S2000) terminou em sexto, ocupando a quarta posição do campeonato, com 20 pontos, mais cinco que Meeke, quinto.

O finlandês Juho Hanninen (Skoda Fabia S2000) lidera com 42 pontos, seguido pelo companheiro de equipa, o checo Jan Kopecký (Skoda Fabia S2000) com 39, enquanto o britânico Guy Wilks (Skoda Fabia S2000) é terceiro com 25 pontos.

A Skoda lidera entre os construtores, com 98 pontos, seguida pela Peugeot com 55.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.