Crise financeira

Medidas do PEC serão tidas em conta na decisão sobre o 'rating'


 

Lusa / AO online   Economia   6 de Mai de 2010, 11:56

As medidas do Programa de Estabilidade e Crescimento antecipadas para entrar em vigor este ano serão tidas em conta na decisão da Moody’s sobre o ‘rating’ de Portugal, tanto nas consequências orçamentais como para o crescimento, explicou o vice-presidente da agência.
Em declarações à Agência Lusa, Anthony Thomas, vice-presidente da Moody’s e responsável por Portugal, explicou que a revisão anunciada pela agência será feita tendo em conta também as medidas que serão avançadas no PEC, tanto nos efeitos sobre os números das contas públicas como pelo seu efeito no crescimento económico.

“Iremos avaliar a posição das finanças públicas, o impacto das medidas já anunciadas e aquelas que provavelmente se seguirão, e o seu impacto tanto a nível orçamental, como no crescimento económico, na balança comercial com o exterior e noutros dados macroeconómicos de forma a determinar se o ‘rating’ da dívida soberana de Portugal é confirmado ou cortado”, explicou Anthony Thomas à Agência Lusa.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.