Marcelo elogia “força e determinação” das populações afetadas pelos incêndios de 2017

Marcelo elogia “força e determinação” das populações afetadas pelos incêndios de 2017

 

Lusa/Ao online   Nacional   5 de Ago de 2018, 04:27

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, voltou este sábado a elogiar, em Oliveira do Hospital, a força e a determinação das populações afetadas pelos incêndios de outubro de 2017 no início de um novo ciclo de vida.

Marcelo Rebelo de Sousa disse que se nota "uma vontade, uma força, determinação e o começo de um novo ciclo" após os incêndios do ano passado em Pedrógão Grande (Leiria) e na região centro, que vitimaram 116 pessoas.

O chefe de Estado falava no final da terceira etapa da Volta a Portugal, que ligou Sertã (distrito de Leiria) a Oliveira do Hospital (distrito de Coimbra), numa distância de 175,9 quilómetros, percorrendo muitos dos concelhos afetados pelos incêndios de junho e outubro de 2017.

O Presidente da República, que esteve acompanhado do ministro da Educação e do secretário de Estado do Desporto, considerou "único" o ambiente gerado em torno da Etapa Vida da Volta a Portugal.

"É um grande momento de solidariedade, de gesto pela vida e pelo futuro. Este ambiente é único", frisou o chefe de Estado aos jornalistas, que se encontra de férias pelos territórios afetados pelos graves incêndios de junho e outubro de 2017.

Para o Presidente da República, "é único a ideia da etapa pela vida e da solidariedade, é único o esforço e a coragem de quem organizou e a forma como o país esteve a vibrar com esta etapa".

"Isso é fundamental, pois é também o sentido desta etapa. É a solidariedade do país todo, porque a Volta a Portugal é um símbolo de unidade nacional em relação a esta região", frisou.

O presidente da República considerou ainda que as medidas [do Governo] de prevenção aos incêndios florestais estão a funcionar, destacando também o "grande esforço das populações".

Marcelo Rebelo de Sousa seguiu para Arganil, mas regressa ainda hoje a Oliveira do Hospital, onde vai estar durante o dia de domingo.

"Depois irei a Tábua e Góis, ando por aí", sublinhou.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.