Incêndios/Grécia

Marcelo, António Costa e Ferro Rodrigues apresentam condolências ao governo da Grécia

Marcelo, António Costa e Ferro Rodrigues apresentam condolências ao governo da Grécia

 

Susete Rodrigues/Lusa   Internacional   24 de Jul de 2018, 14:55

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o primeiro-ministro, António Costa e o presidente da Assembleia da Republica, Ferro Rodrigues, apresentaram as condolências ao governo grego, pelas vítimas mortais dos incêndios na Grécia e expressando solidariedade para com o povo grego.

De acordo com uma nota publicada no portal da Presidência da República na Internet, Marcelo Rebelo de Sousa "falou longamente ao telefone" com o presidente Pavlopoulos, "expressando as mais sentidas condolências aos familiares das vítimas mortais, bem como votos de rápidas melhoras a todos os feridos".

"Transmitiu ainda a sua profunda e fraterna solidariedade para com o povo grego, lembrando a tragédia do mesmo tipo que também vivemos em Portugal no ano passado", lê-se no texto.

Já o presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, manifestou "profunda consternação" ao seu homólogo grego, Nikolaus Voutsis, devido aos trágicos incêndios que estão a acontecer naquele país.

"Foi com profunda consternação que tomei conhecimento da tragédia ocorrida em Mati, que tantas vítimas e sofrimento causou. Portugal, nação que tanto tem sofrido com a tragédia dos fogos florestais, sente de perto a dor do povo grego", lê-se no texto de Ferro Rodrigues, divulgado na página da Internet da Assembleia da República.

Na nota, o presidente do parlamento português endereça "às autoridades gregas e às famílias enlutadas" as "condolências e a expressão" da "mais sentida solidariedade".

Por seu turno, o primeiro-ministro, António Costa, transmitiu a Alexis Tsipras a disponibilidade de Portugal para auxiliar no combate aos fogos.

"Já transmiti ao primeiro-ministro [Alexis] Tsipras a disponibilidade e a solidariedade portuguesas e as condolências ao povo grego e às famílias enlutadas", escreveu António Costa, numa nota publicada na rede social Twitter.

"Quero enviar uma mensagem de solidariedade ao povo grego, que está a sofrer o trágico flagelo dos incêndios. Portugal está disponível, no quadro europeu e bilateral, para apoiar a Grécia, tal como está também a apoiar a Suécia", escreveu ainda o primeiro-ministro português.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.