Mais de uma centena de tartarugas mortas dão à costa no México

Mais de uma centena de tartarugas mortas dão à costa no México

 

Lusa/Ao online   Internacional   19 de Ago de 2018, 02:56

As autoridades mexicanas do ambiente estão a investigar a morte de mais de 100 tartarugas marinhas de espécies ameaçadas, cujas carcaças deram à costa num santuário de vida selvagem no estado de Chiapas.

A agência de proteção do ambiente do México disse, no sábado, que 113 tartarugas foram encontradas mortas, entre 24 de julho e 13 de agosto no santuário das praias de Puerto Arista.

Segundo a mesma autoridade, estão a ser feitos testes à água e autópsias para determinar as causas de morte.

Os peritos mexicanos suspeitam de asfixia, anzóis e de algas prejudiciais como estando na origem das mortes.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.