Mais de 900 casos de infeção pelo vírus VIH/sida diagnosticados em 2011

 Mais de 900 casos de infeção pelo vírus VIH/sida diagnosticados em 2011

 

Lusa/AO online   Nacional   31 de Jul de 2012, 15:03

Mais de 900 casos de infeção pelo vírus VIH/sida foram diagnosticados no ano passado, 60% deles entre heterossexuais e 26% entre homo ou bissexuais, indica um relatório do Instituto Ricardo Jorge.

Segundo um relatório sobre a situação da infeção VIH/sida em Portugal em dezembro de 2011, esta semana divulgado pelo Instituto Ricardo Jorge, dos casos diagnosticados nesse ano 608 estavam na categoria de transmissão “heterossexual”, 258 em “homo/bissexual” e 95 entre toxicodependentes, o que corresponde a menos de 10% dos casos.

Para os casos diagnosticados entre 2006 e 2011, as proporções entre as várias categorias de transmissão são diferentes, mas verifica-se uma tendência de aumento entre os heterossexuais e homossexuais e um decréscimo na categoria dos toxicodependentes.

Do total de casos, a maioria (552) correspondia a portadores assintomáticos. Nestes, predominam jovens entre os 20 e os 39 anos e notou-se um elevado número de casos associados a heterossexuais e a toxicodependentes.

Como casos de sida foram diagnosticados 303, com um padrão epidemiológico idêntico ao registado no ano anterior: aumento de transmissão hetero e homo/bissexual e redução de casos associados à toxicodependência.

O documento mostra que os 303 casos de sida diagnosticados são o número mais baixo desde 1992.

Foram ainda identificados no ano passado 131 casos de infeção pelo vírus classificados como sintomáticos, mas “não sida”.

Cumulativamente, a 31 de dezembro de 2011 estavam notificados em Portugal 41.035 casos de VIH/sida nos diferentes estádios de infeção, sendo 16.880 de sida.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.