Mais de 170 golfinhos mortos na Florida por um ano de “maré vermelha”

Mais de 170 golfinhos mortos na Florida por um ano de “maré vermelha”

 

AO Online/ Lusa   Internacional   29 de Jun de 2019, 19:19

Mais de 170 golfinhos ‘nariz de garrafa’ morreram na costa oeste da Florida entre julho de 2018 e junho deste ano em consequência da “maré vermelha” de algas, divulgou a Administração Nacional dos Oceanos e da Atmosfera.

A morte de 174 golfinhos foi classificada de “evento de alta mortalidade” pela Administração Nacional dos Oceanos e da Atmosfera dos Estados Unidos, que assinalou que não são apenas os golfinhos-roaz ou ‘nariz de garrafa’ que são vítimas das consequências do excesso de algas nas águas do Golfo do México.

O peixe-boi, as tartarugas e várias espécies de peixes estão a morrer pela concentração destas algas.

Em causa está a uma alga microscópica chamada “Karenia brevis” que produz uma toxina que pode afetar o sistema nervoso central de peixes, aves, mamíferos e outros animais.

Em altas concentrações, aquele organismo pode descolorar a água, que às vezes se torna vermelha, tonalidades de verde claro ou escuro, ou castanho.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.