Açoriano Oriental
Mais de 170 golfinhos mortos na Florida por um ano de “maré vermelha”

Mais de 170 golfinhos ‘nariz de garrafa’ morreram na costa oeste da Florida entre julho de 2018 e junho deste ano em consequência da “maré vermelha” de algas, divulgou a Administração Nacional dos Oceanos e da Atmosfera.

article.title

Foto: LUSA
Autor: AO Online/ Lusa

A morte de 174 golfinhos foi classificada de “evento de alta mortalidade” pela Administração Nacional dos Oceanos e da Atmosfera dos Estados Unidos, que assinalou que não são apenas os golfinhos-roaz ou ‘nariz de garrafa’ que são vítimas das consequências do excesso de algas nas águas do Golfo do México.

O peixe-boi, as tartarugas e várias espécies de peixes estão a morrer pela concentração destas algas.

Em causa está a uma alga microscópica chamada “Karenia brevis” que produz uma toxina que pode afetar o sistema nervoso central de peixes, aves, mamíferos e outros animais.

Em altas concentrações, aquele organismo pode descolorar a água, que às vezes se torna vermelha, tonalidades de verde claro ou escuro, ou castanho.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.