Mais acidentes mas menos um morto

Mais acidentes mas menos um morto

 

Lusa / AO Online   Nacional   2 de Jan de 2010, 06:45

Três mortos, 20 feridos graves e 273 feridos ligeiros são o balanço dos primeiros três dias da "Operação Ano Novo", que se iniciou às 00:00 de quarta-feira, anunciou hoje a GNR no seu site de Internet.

De acordo com os dados disponibilizados pela GNR, que contabilizou um total de 879 acidentes, as três mortes aconteceram nos distritos de Braga, Setúbal e Viseu.

Relativamente ao período homólogo de 2008, a GNR contabilizou mais 221 acidentes, menos um morto, mais 16 feridos graves e mais 75 feridos ligeiros.

Entre as 00:00 e as 24:00 horas de 01 de Janeiro de 2010, a GNR assinalou nas estradas portuguesas um total de 179 acidentes, mais 31 que em 2008, um morto (contra nenhum no ano passado), seis feridos graves, mais cinco que no ano transacto, e 79 feridos ligeiros (mais 26).

A "Operação Ano Novo" vai decorrer até à meia-noite de 03 de Janeiro com 1200 patrulhas dispersas pelas estradas portuguesas, o que se traduz na presença de cerca de 2600 militares, que irão assegurar a gestão rodoviária na véspera da Passagem de Ano e nos dias posteriores.

Apesar dos meios humanos e materiais serem os mesmos que foram utilizados na "Operação Natal", o litoral e o Algarve são os locais onde se prevê maior concentração de pessoas durante os festejos da Passagem de Ano, razão pela qual são apontados pela GNR como prioritários.

No ano passado, o balanço final da "Operação Ano Novo" registou 1143 acidentes, dos quais resultaram sete vítimas mortais, oito feridos graves e 350 feridos ligeiros.

Estes números referem-se apenas à sinistralidade registada pela GNR.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.