Aviação

Lucros da Ryanair baixam no primeiro trimestre


 

Lusa / AO online   Economia   20 de Jul de 2010, 11:53

A companhia aérea irlandesa Ryanair anunciou esta terça-feira uma quebra de 24 por cento nos lucros do primeiro trimestre fiscal, atribuindo 50 milhões de euros de perdas ao vulcão islandês e ao aumento do preço dos combustíveis.
Os lucros do trimestre Abril-Junho atingiram 93,7 milhões de euros, 24 por cento abaixo dos 123 milhões de euros do período homólogo.

As receitas provenientes da venda de bilhetes subiram 14 por cento, para 692,9 milhões de euros, e os rendimentos de outras fontes – incluindo as taxas cobradas pela bagagem, uso de cartão de crédito, seguros e reservas de alojamento – aumentaram 23 por cento, para 165,3 milhões de euros.

“Continuamos a ver grandes oportunidades de crescimento em toda a Europa, já que muitos aeroportos competem ferozmente para atrair o tráfego da Ryanair”, afirmou o presidente executivo, Michael O’Leary, acrescentando que esta competição levou a uma queda de oito por cento nos custos aeroportuários.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.