Vila do Conde

Libertados reféns de assalto a dependência bancária


 

Lusa / AO online   Nacional   19 de Nov de 2007, 14:50

Os dois funcionários da Caixa Geral de Depósitos (CGD) de Vila do Conde, feitos reféns esta tarde no âmbito de um assalto, já estão em segurança, disse à Lusa fonte ligada ao processo.
Segundo a mesma fonte, os dois funcionários "estão cá fora e em segurança" desde as 16:10 (hora local).

Os dois reféns, que foram libertados pelos assaltantes por razões ainda não determinadas, eram as duas únicas pessoas que se encontravam na dependência da CGD à hora do assalto.


Mais de 50 elementos da PSP estão a cercar os dois assaltantes que hoje tentaram roubar a delegação da Caixa Geral de Depósitos (CGD) de Vila do Conde e que acabaram por libertar os reféns.

O assalto ocorreu cerca das 14:00 (hora local).

A delegação da CGD de Vila do Conde fica situada à margem da estrada nacional nº13, que liga a Póvoa de Varzim a Vila do Conde, num prédio de habitação.

A PSP cortou o trânsito, inclusive a pessoas, nas imediações da dependência bancária.

Os bombeiros voluntários de Vila do Conde têm no local, segundo disse à Lusa fonte daquela corporação, "uma ambulância de prevenção".

Segundo uma outra fonte, que se encontra no local, os moradores daquela zona estão impedidos, pela PSP, de sair de casa.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.