Lagoa inaugura projeto “Biblioteca na Rua”

Lagoa inaugura projeto “Biblioteca na Rua”

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   14 de Mai de 2019, 10:00

Foi inaugurado junto à Biblioteca Tomaz Borba Vieira, na Lagoa, o veículo que levará o projeto “Biblioteca na Rua” a todas as freguesias do concelho.

O projeto consiste na articulação dos planos de atividades das bibliotecas municipal e escolares e na criação de uma biblioteca móvel, instalada num veículo adaptado para o efeito, que transportará livros, que estarão disponíveis a todos os lagoenses nas cinco freguesias do concelho.


Entre os objetivos desta iniciativa, que diversifica a oferta pública da biblioteca municipal, destacam-se o fortalecimento da relação entre a instituição e a comunidade, criando oportunidades de leitura de fruição, fora dos lugares habituais, adianta nota de imprensa.


A biblioteca móvel será instalada em cada uma das cinco freguesias do concelho, ao longo dos cinco dias úteis da semana. O veículo disponibilizará o empréstimo de livros, requisitados, presencialmente, ou através do sistema informático da biblioteca, bem como periódicos de leitura rápida. Os locais de permanência da biblioteca móvel variarão ao longo do ano, privilegiando as zonas balneares na época estival.


De acordo com a vereadora Albertina Oliveira, responsável pela área de educação e cultura, “este projeto, com o qual se procura desenvolver competências de leitura, criatividade e promoção cultural, embora centrado nas faixas etárias em idade escolar, orientar-se-á também para a população em geral, segundo o princípio da aprendizagem ao longo da vida, que constitui um dos pilares da política educativa da União Europeia, e que reforça as relações intergeracionais, promovendo o incremento da coesão social e o alargamento a novos públicos”, disse citada na mesma nota.


“A Câmara Municipal de Lagoa, ao implementar medidas e projetos desta natureza, pretende investir e contribuir positivamente para a educação e para a formação pessoal e social da sua população, dotando-a de conhecimentos e aptidões que são o veículo orientador de mudança social e comportamental dos nossos munícipes”, referiu Albertina Oliveira.


No final, foram dirigidos alguns agradecimentos, nomeadamente à Altice Portugal, através da Fundação PT, que apoiou este projeto cedendo um computador e acesso à internet, à Açormedia e ao Correio dos Açores, pela assinatura dos jornais que vão estar disponíveis para leitura na biblioteca de rua e à Autocentral.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.