Juízes querem mais segurança no tribunal de Ponta Delgada

Juízes querem mais segurança no tribunal de Ponta Delgada

 

Luís Pedro Silva   Regional   13 de Jun de 2010, 13:12

O juiz de círculo, Moreira das Neves, aproveitou a morte trágica de uma juíza e oficial de justiça em Bruxelas para solicitar um reforço das medidas de segurança.

O juiz Moreira das Neves, representante da Associação Sindical dos Juízes Portugueses nos Açores, proferiu uma declaração pública defendendo o reforço das medidas de segurança no tribunal de Ponta Delgada.

O juiz aproveitou o trágico incidente em Bruxelas, onde uma juíza e um oficial de justiça foram assassinados, para solicitar a aplicação de regras de segurança mais apertadas no tribunal de Ponta Delgada. “O que aconteceu em Bruxelas mais tarde ou mais cedo vai acontecer aqui, sendo necessário tomar medidas para retardar ao máximo este género de acontecimentos”, afirmou Moreira das Neves, após iniciar uma audiência para a leitura do acórdão do julgamento de tráfico de droga na freguesia dos Mosteiros.

Durante a declaração pública, o juiz recordou que dois advogados já foram alvo de agressões no interior do tribunal de Ponta Delgada.*

 

*Leia esta notícia na íntegra no jornal Açoriano Oriental de domingo, 13 de Junho de 2010. 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.