JP/Açores quer melhores acessibilidades na Região


 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   1 de Ago de 2018, 15:49

A Juventude Popular dos Açores lamenta o "desnorte total do Governo Regional no que há política de transportes e de acessibilidades diz respeito", face aos constantes "constrangimentos que se têm verificado não só no transporte aéreo inter-ilhas como no transporte de carga aérea e no transporte marítimo de mercadorias e de passageiros", dizem em comunicado.

No entender da JP/Açores, a "Região só se desenvolve plenamente quando existir um modelo de transporte aéreo e marítimo que seja eficaz e consiga responder eficientemente às necessidades de mobilidade dos açorianos e à economia regional. Sem um modelo de transportes que funcione e sirva as nossas populações, o desenvolvimento económico e social das nossas ilhas nunca será uma realidade"

Acrescentam que "apesar dos empresários desenvolverem a sua atividade e adaptarem-se aos novos desafios da economia regional, o caos total que se verifica nas ligações aéreas, com falta de lugares nos voos e cancelamentos, e nas ligações marítimas, com a redução do número de viagens, prejudica seriamente a criação de riqueza e o desenvolvimento do mercado interno de cada ilha".

A JP/Açores critica assim a atuações do Executivo Regional: "A falta de visão nas políticas de transportes e de acessibilidades são a evidência de que este é um governo que já não dá respostas aos anseios dos açorianos, mas que apenas sobrevive ao dia-a-dia. Sem bons transportes e sem boas acessibilidades nunca teremos coesão económica e social nem iremos ter uma Região desenvolvida".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.