Açoriano Oriental
Jovem autora Inês Rodrigues Melo lança primeiro livro dedicado à fantasia

“Brilho Tóxico” é o primeiro livro da jovem autora micaelense, editado pela Saída de Emergência, uma das principais editoras em Portugal de Fantasia, Ficção Científica e Horror

Jovem autora Inês Rodrigues Melo lança primeiro livro dedicado à fantasia

Autor: Carolina Moreira

Inês Rodrigues Melo lançou o seu primeiro livro intitulado “Brilho Tóxico”, o primeiro volume de uma obra dedicada a um mundo fantástico criado e imaginado na mente da jovem autora micaelense.

O livro conta a história de Íris que, depois de ter assistido à morte dos pais com sete anos, subitamente vê-se envolta por um mundo louco que jurava não existir: o das deidades, geniis, vampiros, elfos e bruxas.

Em entrevista à Rádio Açores TSF, Inês Rodrigues Melo explica que a obra resulta do gosto pela leitura, pela escrita e pelo mundo da fantasia.

“Sempre gostei de escrever, sempre gostei de ler e isto foi um bocadinho o juntar das duas coisas. A fantasia era algo que já gostava e que estava em alta na minha adolescência, na altura do Crepúsculo, Diários do Vampiro e coisas assim e, nessa altura, além de ler livros, lia também histórias sobre esses filmes e sobre essas séries, escritas por fãs que alteravam o fim ou outras cenas, alteravam até o romance entre outras personagens, e isso fez-me querer - eu própria - fazer alterações em filmes, livros e séries que não gostava tanto como acabavam”, conta.

Segundo a jovem autora, a coragem para escrever sobre o seu próprio imaginário só surgiu quando ganhou “confiança”.

“Quando ganhei um bocadinho de confiança na escrita, com personagens de outras pessoas, arrisquei-me a escrever com as minhas próprias personagens. Mostrei a outras pessoas e o feedback foi positivo, logo pensei em arriscar lançar o meu próprio livro. Também como era uma área em que me sentia confortável - a fantasia - arrisquei, mas quem sabe, no futuro, se não faço noutra área”, revela.

O primeiro volume de “Brilho Tóxico” foi lançado em março pela Saída de Emergência, uma das principais editoras em Portugal do género Fantasia, Ficção Científica e Horror, tendo a jovem autora já realizado quatro apresentações do livro - duas nos Açores, uma em Lisboa e outra no Porto -, estando previstas mais apresentações pelo país.

Em conversa com a Rádio Açores TSF, Inês Rodrigues Melo adianta que, na forja, está a possibilidade de escrever o segundo volume de “Brilho Tóxico”, uma vez que a receção ao livro tem sido “muito positiva”.

“Até agora tem sido positivo. Pessoas da minha família e de fora, mesmo quem não gosta de fantasia, têm-me dito que é uma fantasia ‘levinha’, ou seja, não é muito rebuscada. No geral, tem sido um feedback positivo e as pessoas têm-me incentivado a continuar e a quererem ler outros livros que venha a escrever no futuro”, salienta.

Quanto ao segundo volume, a jovem autora revela que “está mais ou menos delineado como é que é suposto ser, só ainda não comecei mesmo a escrever a sério porque queria receber opiniões sobre o primeiro livro para ter a certeza de que, quando fosse escrever o segundo, tinha outra confiança”, confessa.

O primeiro volume de “Brilho Tóxico” de Inês Rodrigues Melo pode ser encontrado em todas as livrarias da Região e também do país.

PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados