Mundial2018

José Fonte avisa para qualidade do Irão e espera melhor futebol

José Fonte avisa para qualidade do Irão e espera melhor futebol

 

Lusa/AO Online   Futebol   22 de Jun de 2018, 10:26

O futebolista internacional português José Fonte avisou hoje para a qualidade do Irão e prometeu uma seleção empenhada a “melhorar” o desempenho ‘artístico’ no Mundial2018.

“Acredito e tenho a certeza de que estamos aqui para ter um nível alto, para jogar aquilo que sabemos e o melhor que sabemos. Temos confiança no nosso trabalho. (…) Temos quatro pontos. É óbvio que todos queremos jogar um futebol espetacular, contudo os resultados são o mais importante. Vamos tentar melhorar o nosso futebol. E nisso que estamos focados”, garantiu o central.

O empate 3-3 com a Espanha e o triunfo 1-0 sobre Marrocos foram melhores do que as exibições – de um a dez, Fernando Santos deu sete ao primeiro aspeto e seis ao segundo – e o próximo desafio será decisivo, frente ao Irão de Carlos Queiroz, com menos um ponto que os espanhóis e que também depende somente de si para se qualificar.

“O Irão pode ser a equipa mais forte da Ásia. Logo aí, à partida, é uma equipa com qualidade. Já ficou provado no mundial nos dois primeiros desafios que tem boa equipa. Não vai ser fácil. Estamos a preparar o jogo. O ‘mister’, como sempre, tem-nos alertado para os pontos fortes. Resta-nos pôr em ação o nosso plano. Chegar ao encontro e fazer nosso trabalho, que vai ser ganhar”, disse.

O Irão fez sofrer a Espanha, perdendo por ‘magro’ 1-0, porém José Fonte, que alinhou nas duas partidas a titular ao lado de Pepe na seleção das ‘quinas’, acredita que Portugal “tem qualidade para tornar o jogo mais fácil”.

“Sabemos que o Irão vai fazer o mesmo que com a Espanha, a mesma atitude, entrega, organização e tentar sair em contra-ataque. São atletas que trabalham imenso. Cabe-nos contrariar isso. Saber como ultrapassar esta equipa. É nisso que estamos focados”, vincou.

O defesa central admite a “qualidade” da Rússia e Uruguai, os potenciais adversários lusos nos oitavos de final, mas garante que a equipa das ‘quinas’ só pensa, para já, em vencer o Irão e atingir a desejada próxima fase.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.