Jornalista polémico assassinado a tiro no centro da capital búlgara


 

Lusa / AO online   Internacional   5 de Jan de 2010, 16:53

Um popular e polémico jornalista búlgaro, Boris Tsankov, foi esta terça-feira assassinado a tiro por desconhecidos no centro da capital da Bulgária, informou a polícia.
Os seus dois guarda-costas também foram alvejados e estão hospitalizados em estado grave.

Tsankov, de 30 anos, era um jornalista de rádio famoso no país que se definia como "cronista da máfia búlgara", tendo publicado vários artigos na imprensa sensacionalista em que afirmava ter sido "testemunha directa" do submundo mafioso búlgaro.

O assassínio ocorreu a poucos metros do Palácio Presidencial e da sede do Governo, em pleno centro de Sófia.

Em 2005 e 2006, Tsankov sobreviveu a dois atentados à bomba.

No meio jornalístico búlgaro, Tsankov era uma figura polémica sobretudo desde que foi acusado de fraude por alegadamente ter cobrado dinheiro por publicidade que nunca emitiu no seu programa de rádio.

O jornalista foi a segunda pessoa ligada à investigação das actividades da máfia assassinada na Bulgária em menos de um ano.

A 07 de Abril, um autor de vários livros sobre a máfia, Gueorgui Stoev, morreu depois de ter sido alvejado com dois tiros na cabeça no centro de Sófia.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.