Jerónimo diz que é "insuficiente" contratar funcionários sem aumentos salariais

Jerónimo diz que é "insuficiente" contratar funcionários sem aumentos salariais

 

Lusa/Ao online   Nacional   16 de Set de 2018, 08:59

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, defendeu este sábado que a contratação de funcionários públicos sem aumento de salários, em 2019, é uma proposta "insuficiente" por parte do Governo e uma "injustiça" para os trabalhadores.

“O que nós dizemos é que isso é uma resposta claramente insuficiente, porque há cerca de dez anos esses trabalhadores não vêm um aumento salarial e isso não pode continuar. Num momento em que há avanços, reposição de rendimentos e direitos, a questão dos salários continua a ser uma questão vital para os trabalhadores. O aumento salarial é possível e necessário para combater esta injustiça”, disse o líder comunista, durante uma visita às Festas da Moita, no distrito de Setúbal.

A proposta do Governo sobre as Grandes Opções do Plano para 2019 (GOP), enviada ao Conselho Económico e Social e a que Lusa teve acesso, prevê a contratação de funcionários públicos no próximo ano, com vista à renovação dos quadros, mas não antecipa aumentos salariais para os trabalhadores do Estado.

O líder dos comunistas defendeu que o Governo tem de dar uma resposta ao funcionários públicos, o que, a seu ver, passa por uma "valorização salarial".




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.