Jardim Botânico do Faial encerra por cinco meses para obras


 

Lusa/AO online   Regional   5 de Nov de 2010, 10:41

O Jardim Botânico do Faial, o único nos Açores com este estatuto, encerra na segunda-feira por um período de cinco meses para a realização de obras de reestruturação e ampliação, anunciou hoje a Secretaria Regional do Ambiente.
Criado em 1986 na antiga Quinta de S. Lourenço, no Vale dos Flamengos, este espaço assume uma especial importância na interpretação, conhecimento e divulgação da flora endémica e nativa dos Açores e dos habitats existentes no arquipélago.

As obras que se vão realizar nos próximos meses pretendem responder à crescente procura deste jardim botânico, que regista cerca de nove mil visitantes por ano, contribuindo também para diversificar a oferta turística do Faial.

Durante os próximos cinco meses, apesar de estarem encerrados os espaços exteriores, os visitantes que se desloquem ao jardim botânico podem ver um vídeo sobre a flora dos Açores, beber uma infusão de ervas aromáticas frescas no bar ou admirar a mostra patente na sala de exposições.

Neste jardim botânico encontram-se algumas das espécies que se encontram ameaçadas nos seus habitats naturais, entre as quais se destacam as raras ‘Marsilea azorica’ (trevo-de-quatro-folhas), ‘Prunus azorica’ (gingeira-do-mato) e ‘Myosotis azorica’ (não-me-esqueças).

O Jardim Botânico do Faial possui ainda uma área para plantas aromáticas e medicinais, outra para plantas exóticas e inaugurou recentemente uma estufa com uma colecção de orquídeas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.