Ciências sociais

Investigadores distinguidos com Prémio Gulbenkian


 

Lusa/AO online   Nacional   21 de Dez de 2010, 16:19

Os investigadores Luís Aguiar-Conraria e Pedro Magalhães foram galardoados com o Prémio Gulbenkian para a Internacionalização das Ciências Sociais pelo artigo “Referendum design, quorum rules and turnout” publicado na revista "Public Choice".
Em comunicado, a Universidade do Minho explica que os investigadores concluíram “que os quóruns nos referendos aumentam a abstenção e distorcem resultados.”

Em vários países da União Europeia, o referendo só é vinculativo com uma participação eleitoral superior a 50 por cento.

Este tipo de regras de quórum leva a que “o resultado não seja exclusivamente determinado pela maioria dos votos.”

A investigação premiada testou um modelo matemático em referendos já ocorridos e confirmou que, “quando existem quóruns de participação nos referendos, a abstenção sobe mais de 10 pontos percentuais e distorce os resultados.”

O artigo sublinha que é mesmo provável que “um quórum, criado para garantir a legitimidade do referendo, não ser atingido precisamente devido à sua existência e, portanto, não legitimar o próprio referendo”.

Segundo o comunicado, o estudo ganhou relevância ao sair na “Public Choice”, “talvez a revista que melhor faz a ponte entre os mundos de Economia e de Ciência Política”, áreas a que pertencem os autores do trabalho.
    

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.