Inspetor do SEF nomeado oficial de ligação na agência europeia Frontex

Inspetor do SEF nomeado oficial de ligação na agência europeia Frontex

 

Lusa/AO Online   Nacional   21 de Jun de 2018, 18:57

A Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira (Frontex) designou um oficial de ligação em Portugal, que vai também desempenhar as mesmas funções em Espanha, indicou hoje o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras.


Segundo o SEF, trata-se de um elemento da carreira de investigação e fiscalização do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras selecionado, entre vários peritos internacionais, no âmbito de um processo de recrutamento lançado pela agência europeia de controlo de fronteiras Frontex.

Em comunicado, aquele serviço de segurança adianta que o novo oficial da ligação nomeado pela Frontex vai agir em nome da agência, consistindo as suas funções em fomentar a cooperação e o diálogo entre a agência europeia e as autoridades nacionais responsáveis pela gestão das fronteiras, incluindo as guardas costeiras.

O SEF refere que o novo oficial de ligação português na Frontex vai também desempenhar as mesmas funções em Espanha, como está previsto no regulamento da União Europeia, que prevê que a agência pode decidir que um oficial de ligação abrange até quatro Estados-Membros que estão geograficamente próximos.

O memorando de nomeação do novo oficial de ligação foi assinado pelo diretor nacional do SEF, Carlos Matos Moreira, e pelo diretor executivo da Frontex, Fabrice Leggeri, em Varsóvia.

A agência Frontex localiza-se em Varsóvia e presta apoio aos países da União Europeia (UE) e aos países associados de Schengen na gestão das suas fronteiras externas, facilitando a cooperação entre as autoridades que controlam as fronteiras e disponibilizando a assistência técnica e conhecimentos.

Esta gestão inclui responder aos desafios migratórios e às potenciais ameaças futuras nessas fronteiras, contribuindo para combater a criminalidade grave com dimensão transfronteiriça, para garantir um elevado nível de segurança na União Europeia, no pleno respeito dos direitos fundamentais, e de forma a salvaguardar a livre circulação de pessoas no seu interior.

O SEF é o ponto de contacto nacional com a Frontex, por onde passa toda a agenda operacional da agência.

Desde que entrou em funcionamento, em maio de 2005, a Frontex tem apoiado os Estados-Membros na execução da vertente operacional da gestão das fronteiras externas, através de operações conjuntas e de intervenções rápidas nas fronteiras.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.