Inspeção Regional do Trabalho reforça controlo ao trabalho precário

Inspeção Regional do Trabalho reforça controlo ao trabalho precário

 

AO Online/Gacs   Regional   20 de Jun de 2018, 11:04

A Inspeção Regional do Trabalho tem vindo a realizar inspeções a vários setores de atividade, com especial incidência na área da restauração, no âmbito do objetivo de combate ao trabalho precário não declarado ou irregular na Região.

Desta forma e de acordo com nota do gabinete de imprensa do Executivo Regional, mais de uma centena de estabelecimentos foram visitados em São Miguel, durante o mês de maio,  tendo sido detetados 45 trabalhadores que se encontravam a exercer funções sem terem sido declarados à segurança social, sem seguros de acidentes de trabalho, sem controlo de tempos de trabalho e sem qualquer registo na empresa.

As situações ainda pendentes de regularização, e que não o venham a ser voluntariamente, terão como consequência, além da aplicação de coimas, o envio para tribunal.

Nos primeiros cinco meses do ano foram detetados 321 trabalhadores em situação irregular, dos quais a maior parte, ou seja 171, eram trabalhadores não declarados, 100 tinham contratos a termo irregulares e 20 estavam numa situação de “falsos recibos verdes”. 

De acordo com os registos, os setores da restauração e construção civil continuam a ser os que mais recorrem a estratégias ilegais de contratação de trabalhadores, prejudicando assim o regular funcionamento do mercado de trabalho e gerando situações de injustiça para as empresas cumpridoras.

Neste contexto, já foi solicitada, com caráter de urgência, uma reunião com a Câmara do Comércio e Indústria de Ponta Delgada com o objetivo de alertar para a difusão de diversas práticas lesivas não só para os trabalhadores, como também para a leal concorrência entre empresas.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.