Inspeção realiza auditoria para analisar elevado número de queixas contra polícias

Inspeção realiza auditoria para analisar elevado número de queixas contra polícias

 

Lusa/AO online   Nacional   20 de Set de 2018, 15:46

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) considera “altamente preocupante” o elevado número de queixas apresentadas contra a PSP e GNR relacionadas com as ofensas à integridade física, prevendo realizar uma auditoria para analisar esta situação.

O relatório de atividades da IGAI de 2017, hoje divulgado na página da Internet daquele organismo, mostra que mais de um terço das queixas contra a atuação das forças de segurança que chegaram no ano passado a este organismo estava relacionada com as ofensas à integridade física.

“As ofensas à integridade física, embora o seu número seja praticamente igual ao do ano anterior, o valor registado no universo global das participações não deixa de ser altamente preocupante, representando 34,6% das situações apresentadas”, indica a IGAI, acrescentando que, “tratando-se dum número muito elevado, impõe uma análise aprofundada das circunstâncias que o determinam”.

Nesse sentido, avança que está prevista a realização, durante este ano, de uma auditoria temática “para análise do circunstancialismo fáctico, objeto de denúncias contra elementos” das forças e serviços de segurança.

A IGAI recebeu 772 queixas contra a atuação das forças e serviços de segurança em 2017, o valor mais alto dos últimos quatro anos, e mais de metade foi dirigida à ação da PSP.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.