Iniciativa 'Pesca na Ilha' promove algas e peixe seco na Graciosa

Iniciativa 'Pesca na Ilha' promove algas e peixe seco na Graciosa

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   13 de Ago de 2018, 19:30

Luís Rodrigues, diretor regional das Pescas disse, em Santa Cruz da Graciosa, que as medidas de desenvolvimento local de base comunitária “devem constituir uma oportunidade para a criação de rendimento complementar à pesca” nos Açores.

Luís Rodrigues falava durante a iniciativa 'Pesca na Ilha', que decorreu no âmbito do Festival Ilha Branca e que visa promover e valorizar os produtos da pesca que são mais emblemáticos em cada ilha dos Açores, aproveitando as festividades de verão, refere nota do Executivo.



No caso da Graciosa, os produtos selecionados foram as algas e o peixe seco, tendo Luís Rodrigues salientado que a apanha de algas e a secagem de peixe são “tradições que têm vindo a ser recuperadas pela Associação de Pescadores Graciosenses, com apoio da Direção Regional das Pescas”.



“A economia da pesca é muito influenciada por tendências observadas ao nível do emprego e do desenvolvimento nas comunidades costeiras, designadamente a emergência de novos setores que oferecem oportunidades de reconversão ou diversificação de rendimento”, afirmou o diretor degional.



Durante a sua intervenção, Luís Rodrigues apelou ainda para que os agentes do setor das pescas “aproveitem as novas oportunidades proporcionadas pelos apoios comunitários à comercialização dos produtos da pesca e os novos incentivos à criação de unidades de processamento de pescado”.



“No caso da Graciosa, estes apoios são particularmente interessantes no que respeita às algas e ao peixe seco”, frisou.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.