Zona Euro

Inflação recua pelo segundo mês consecutivo

Inflação recua pelo segundo mês consecutivo

 

Lusa/AOonline   Economia   15 de Out de 2008, 12:17

A inflação abrandou pelo segundo mês consecutivo em Setembro na Zona Euro, caindo duas décimas para 3,6 por cento, tendo Portugal registado a terceira taxa mais baixa (3,2) entre os 15, segundo os dados divulgados esta quarta-feira pelo Eurostat.
Os dados definitivos da inflação na zona euro saíram em linha com a primeira estimativa divulgada pelo departamento de estatísticas europeu a 30 de Setembro.

    Na União Europeia no seu conjunto, a inflação baixou para 4,2 por cento em Setembro, contra 4,3 no mês anterior.

    As taxas homólogas de inflação mais fracas foram registadas na Holanda (2,8 por cento), na Alemanha (3 por cento), assim como em Portugal e na Irlanda (3,2 por cento cada) e as mais altas na Letónia (15,8 por cento), na Bulgária (12,6 por cento), assim como na Estónia e na Lituánia (10,8 por cento cada).

    O recuo de Setembro decorre essencialmente de um abrandamento da inflação nos preços da energia, que subiram 13,5 por cento, após 14,6 por cento em Agosto, e nos preços da alimentação que subiram 5,7 por cento contra 6,2 por cento no mês anterior.

    A inflação subjacente, excluindo as rubricas mais voláteis da energia e da alimentação, manteve-se em 1,9 por cento, como no mês anterior.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.