Madeira

Ilha sem fogos ativos, meios ainda no terreno para vigilância

Ilha sem fogos ativos, meios ainda no terreno para vigilância

 

Lusa/AO Online   Nacional   24 de Jul de 2012, 08:47

O presidente do Serviço Regional de Proteção Civil da Madeira, Luís Neri, afirmou que na manhã desta terça-feira não há focos de incêndio ativos nesta região.

 

"Existem, contudo, meios que estão distribuídos por toda a ilha para vigilância a patrulhamento, porque de quando em vez surgem pequenos reacendimentos e o objetivo é estarmos atentos", adiantou o responsável.

Na ilha da Madeira, desde a noite da terça-feira da semana passada – há uma semana - surgiram 400 focos de incêndios que deflagraram em vários pontos, segundo o Governo Regional, que diz ter havido mão criminosa.

As situações mais críticas aconteceram nos concelhos do Funchal, Santa Cruz, Calheta, Ribeira Brava, Porto Moniz.

Dezenas de casas, viaturas e palheiros total ou parcialmente destruídos pelo fogo, centenas de pessoas retiradas de casa e uma vasta área florestal consumida pelas chamas são as principais consequências desses incêndios.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.