Venuzuela

Hugo Chávez aconselha a Repsol a conseguir acordo amigável com Argentina

Hugo Chávez aconselha a Repsol a conseguir acordo amigável com Argentina

 

Lusa/AO Online   Economia   24 de Jul de 2012, 08:54

O presidente Hugo Chávez recomendou à empresa petrolífera espanhola Repsol que chegue a um acordo amigável com a Argentina, pela expropriação da sua filial YPF, recordando que tem fortes investimentos na Venezuela.

 

"Aconselho (a Repsol) que pense muito bem (...) deveriam procurar um acordo amigável (...) a Repsol tem aqui bons interesses, interessa-nos ter boas relações com todos. O que se passa lá (na Argentina), tem impacto aqui e o que se passa tem impacto lá ", disse.

A recomendação do presidente da Venezuela foi feita em Caracas no final de uma reunião com o ministro argentino do Planeamento, Júlio De Vido.

"É um conselho que me permito enviar à empresa espanhola Repsol, que tem aqui fortes investimentos", frisou, expressando o desejo de manter a petrolífera espanhola em território nacional "num ambiente de cordialidade, entendimento e respeito".

Em abril último o governo argentino anunciou a expropriação de 51 por cento das ações de YPF, detidas pela Repsol.

Em resposta, a petrolífera espanhola apelou a um centro de arbitragem internacional para tentar conseguir uma compensação financeira.

Atualmente a Repsol tem uma participação na empresa mista PetroCarabobo, em que o Estado venezuelano é o acionista maioritário.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.