Haiti: Um morto e 5000 retirados devido a chuvas e ventos da tempestade "Isaac"

Haiti: Um morto e 5000 retirados devido a chuvas e ventos da tempestade "Isaac"

 

Lusa/AO Online   Internacional   25 de Ago de 2012, 18:52

Uma menina de dez anos morreu e pelo menos 5000 pessoas foram retiradas das suas casas no Haiti devido às chuvas e ventos fortes provocados pela tempestade tropical "Isaac", anunciou hoje a Proteção Civil.

De acordo com a mesma fonte, a menina faleceu devido à derrocada de uma parede da sua residência, em Thomazeau, a oeste da capital haitiana, Porto Príncipe.

A tempestade obrigou à retirada de 5.000 pessoas na noite de sexta-feira, quando o país foi fustigado por chuvas abundantes que deixaram uma grande parte da cidade sem eletricidade.

Vários pontos do país sofreram inundações, mas as autoridades locais asseguram que não foram generalizadas no país.

O Haiti é um país muito exposto às inundações porque apenas conserva uma percentagem muito baixa de proteção vegetal, segundo a agência noticiosa EFE.

Os efeitos da tempestade podem piorar a situação de cerca de 400.000 pessoas afetadas pelo sismo ocorrido em janeiro de 2010, e que continuam a viver em 600 barracas na capital e arredores.

Organismos estatais e não-governamentais estão a preparar reservas de alimentos, água e outros materiais em caso de emergência.

Teme-se ainda uma eventual expansão da epidemia de cólera que desde 2010 se estendeu pelo país, atingindo centenas de milhares de pessoas.

Depois de abandonar o Haiti e a vizinha República Dominicana, o "Isaac" tocou, durante a noite, o estremo oriental de Cuba.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.