Greve Geral

Guardas prisionais dos Açores aderem à greve geral

Guardas prisionais dos Açores aderem à greve geral

 

Lusa/AO online   Regional   22 de Nov de 2010, 10:22

Os guardas prisionais dos Açores vão cumprir a greve geral marcada para quarta-feira e admitem uma nova paralisação para Dezembro, convocada pelo Sindicato Nacional do Corpo da Guarda Prisional, revelou esta segunda-feira fonte sindical.
“Se virmos que não existe vontade governamental para ceder a algumas das nossas reivindicações vamos partir para outras formas de luta, o que poderá passar por uma greve e nós sabemos que Dezembro é um mês muito complicado”, afirmou Ivo Garcia, delegado sindical em Ponta Delgada.

Para este dirigente sindical, os guardas prisionais têm razões para aderir à greve geral de quarta-feira, denunciando, entre outras questões, a falta de pagamento de horas e a actualização de suplementos de acordo com o vencimento base, que estão em falta desde 2005.

“Nós temos vários elementos a fazerem cerca de 40 horas mensais a mais e essas horas não são pagas nem monetariamente nem em dias de folga”, afirmou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.