Mau tempo

Governo tudo fará para apoiar vítimas e minimizar estragos

Governo tudo fará para apoiar vítimas e minimizar estragos

 

Lusa/AO online   Nacional   20 de Fev de 2010, 13:21

O primeiro ministro afirmou-se hoje "absolutamente consternado" com a destruição e as vítimas mortais provocadas pelo temporal que assola a Madeira e adiantou que o Governo "tudo fará" para apoiar esta região autónoma

"Estou absolutamente consternado e desolado com as imagens que pude observar sobre as consequências do temporal na Madeira", declarou José Sócrates, depois de ter participado na reunião da Comissão Nacional do PS.

Sócrates expressou "toda a solidariedade ao Governo Regional da Madeira, à Câmara Municipal do Funchal" e adiantou que da parte do seu executivo haverá "toda a disponibilidade do Governo da República para cooperar na resposta à situação".

"Quero expressar a minha solidariedade, a minha profunda mágoa e deixar uma palavra de coragem a todos aqueles que foram afectados", disse.

José Sócrates fez também questão de salientar que já falou com o ministro da Administração Interna, Rui Pereira, que partirá de avião para a Madeira logo que as condições climatéricas permitirem que aterre nesta região autónoma.

"É um sinal claro que estamos com os madeirenses neste momento difícil. Tudo faremos para que a resposta à situação seja encontrada numa cooperação entre os governos da República, da Região Autónoma e da Câmara do Funchal", frisou.

O Governo Regional da Madeira fez um apelo para que todos os funcionários dos parques de máquinas das secretarias do Equipamento Social e Recursos Naturais compareçam ao serviço.

O Instituto de Meteorologia elevou para Vermelho o nível de alerta para a Madeira, o máximo.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.