Governo Regional implementa projeto de alimentação saudável "Os Super Saudáveis" para alunos do 4.º ano

Governo Regional implementa projeto de alimentação saudável "Os Super Saudáveis" para alunos do 4.º ano

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   11 de Out de 2018, 14:35

O Governo dos Açores, em parceria com a Liga Portuguesa contra o Cancro, iniciou esta quinta-feira a implementação de um novo projeto de promoção da alimentação saudável, dirigido aos alunos do 4.º ano de escolaridade.



A apresentação do programa decorreu na Escola Básica Integrada da Praia da Vitória e contou com a presença dos secretários regionais da Educação, Avelino Meneses, e da Saúde, Rui Luís, da representante da Liga Portuguesa contra o Cancro.


Na ocasião, Rui Luís, secretário regional da tutela, revelou que, após uma fase piloto na Escola Básica e Integrada da Carreirinha, em Angra do Heroísmo, foi decidido implementar este projeto a nível regional.


O projeto 'Os Super Saudáveis' foi testado no ano letivo de 2017/2018 em três turmas e é uma das medidas integradas no Programa Regional para a Promoção da Alimentação Saudável.


“Vamos, durante o ano de 2019, fazer um esforço conjunto para que consigamos atingir os cerca de 2.400 alunos que estão no 4.º ano de escolaridade “, referiu o titular da pasta da Saúde, citado em nota do Gacs.


O projeto, que resulta de uma iniciativa da Liga Portuguesa contra o Cancro, parte do conceito de “jogo em formato de cartas colecionáveis” que se desenrola ao longo de cinco semanas, em que os alunos aprendem práticas de alimentação saudável com os colegas, pais e professores.


Durante as cinco semanas de duração do projeto são dadas às crianças cartas colecionáveis para que possam jogar entre si, correspondendo aos alimentos que as crianças irão ingerir nesse dia no almoço da escola e o que terão que ingerir até ao final da semana na refeição do lanche.


Por seu lado, o secretário regional da Educação e Cultura realçou a “importância” deste projeto de âmbito escolar, porque a escola “tem de ser um local de aprendizagem total”.


Nesta matéria é também importante que os alunos que agora frequentam a escola aprendam a “comer melhor”, mas também que eles sejam “professores” junto das suas famílias, considerou Avelino Meneses.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.