Governo quer informação clínica dos utentes num único registo

Governo quer informação clínica dos utentes num único registo

 

Lusa/AO online   Regional   28 de Set de 2018, 17:24

O Governo dos Açores desafiou várias empresas da área das tecnologias da saúde a encontrarem uma solução de comunicação entre os sistemas de informação dos hospitais e dos cuidados de saúde primários.

"O utente passará a ter toda a sua informação clínica num único registo, acessível a partir de qualquer unidade de saúde da região ou do continente, e será possível potenciar a telemedicina", adiantou o secretário regional da Saúde, Rui Luís.

O governante, citado numa nota do Gabinete de Apoio à Comunicação Social, falava à margem da sessão de abertura do Encontro de Tecnologias e Sistemas de Informação do Serviço Regional de Saúde, que decorreu na Praia da Vitória, na ilha Terceira.

Segundo Rui Luís, o executivo açoriano formalizou um acordo entre as empresas do setor das tecnologias da saúde que já trabalham com o Serviço Regional de Saúde para que seja possível garantir a comunicação entre os vários sistemas existentes.

"Desafiámos as empresas detentoras dos sistemas de informação do Serviço Regional de Saúde a assinarem um compromisso de entendimento com vista a alcançarmos a desejável interoperabilidade. Desafio aceite, missão a cumprir a partir de agora", frisou.

No âmbito do projeto Terceira Tech Island, que pretende fixar na ilha empresas da área informática para colmatar os efeitos da redução militar norte-americana na base das Lajes, já se instalaram na Praia da Vitória três empresas da área das tecnologias da saúde, que prestam serviços ao executivo açoriano.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.