Governo dos Açores vai adquirir equipamento de ressonância magnética para o Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada

Governo dos Açores vai adquirir equipamento de ressonância magnética para o Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada

 

Susete Rodrigues   Regional   26 de Jul de 2018, 09:47

O Governo dos Açores autorizou a abertura de um concurso público para a aquisição de um equipamento de ressonância magnética 3T para instalação no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, com um preço base de 1,1 milhões de euros, anunciou o Secretário Regional Adjunto da Presidência.


Berto Messias, que apresentava o Comunicado do Conselho do Governo que reuniu em Vila do Porto, no âmbito da visita estatutária a Santa Maria, salientou que esta decisão “visa a aquisição de um novo equipamento, que permitirá continuar o caminho de modernização dos equipamentos do Serviço Regional de Saúde, com vista a garantir mais qualidade na prestação dos cuidados de saúde à população açoriana”.


Ainda na área da saúde, mas relativamente à ilha de São Jorge, o Secretário Regional revelou que o Executivo irá “abrir um concurso público para a empreitada de reabilitação e beneficiação do edifício do Centro de Saúde das Velas”, um investimento estimado em cerca de 1,4 milhões de euros, refere nota do Gacs.


Berto Messias recordou o processo jurídico resultante da recusa de atribuição de visto pela Secção Regional do Tribunal de Contas, acrescentando ser, por isso, necessário abrir novo concurso para esta empreitada.


“Considerando a necessidade de concretizar este importante investimento no melhoramento da rede de infraestruturas da saúde na Região, em particular na ilha de São Jorge, torna-se necessário proceder à abertura de um novo procedimento, bem como a adaptação de alguns elementos das peças de procedimento”, adiantou o governante.


O Governo dos Açores aprovou ainda a “concessão de apoios aos clubes desportivos participantes nas provas nacionais, no valor global de cerca de 1,85 milhões de euros”.


Estes apoios justificam-se, de acordo com o Secretário Regional, com a “promoção e valorização da imagem da Região no exterior”.


O lançamento de um concurso público internacional para o corte, reflorestação e venda de madeira na ilha Terceira, numa área de cerca de 31 hectares, foi outra das decisões do Governo anunciadas por Berto Messias, no encerramento da visita estatutária de dois dias à ilha de Santa Maria.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.