Governo dos Açores reafirma inteira disponibilidade para colaborar com o poder local

Governo dos Açores reafirma inteira disponibilidade para colaborar com o poder local

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   5 de Jul de 2018, 15:36

A Secretária Regional dos Transportes e Obras Públicas manifestou esta quinta feira, em Santa Cruz das Flores, a inteira disponibilidade do Governo dos Açores para continuar a colaborar com os diferentes níveis do poder local, com vista a assegurar mais e melhor desenvolvimento para as freguesias, vilas e cidades de cada uma das ilhas.

 


Ana Cunha, que falava na inauguração do parque de lazer 'Boavista', frisou, em nota publicada no Gacs, que esta é mais uma obra que dá nota da preocupação do Governo Regional com a qualidade de vida dos Açorianos, assumindo o compromisso de rentabilização dos recursos da Região.

“Esta foi uma empreitada da responsabilidade da Câmara Municipal, que contou, desde o início, com o apoio e cooperação do Governo dos Açores”, afirmou.

“Fomos parceiros no projeto e na vontade de fazer mais e melhor pelos Florentinos e pelos Açores. Se cada um de nós fizer o seu melhor, os Açores serão o reflexo disso”, frisou Ana Cunha, acrescentando que “é na zona mais ocidental dos Açores que nos encontramos a fazer o que melhor sabermos: tornar os Açores num sítio ainda mais bonito para viver e visitar”.

A Secretária Regional salientou ainda que o projeto de requalificação da área envolvente ao topo sul do Aeródromo das Flores deu outra dinâmica a este espaço, com a criação do parque agora inaugurado, que veio dotar a Vila de Santa Cruz de um novo espaço verde e de lazer, tirando também partido da vista para o Corvo, para a vila e para a costa sul das Flores.

“A localização do parque é, por si só, privilegiada, pois situa-se no extremo sul desta vila, muito próximo do centro, de museus e de escolas”, sublinhou Ana Cunha, adiantando que é “onde estão aqueles que acreditamos serem os maiores beneficiários deste novo espaço na prática de atividades lúdicas e de lazer, bem como para a prática de desporto”.
Acrescenta a nota que a criação de diferentes zonas é o resultado da modelação do terreno de 9.000 metros quadrados, cedido pelo Governo dos Açores, e da sua organização em patamares, delimitados por muros tradicionais em pedra de basalto.

O projeto contemplou áreas de relvado e plantação, bem como zonas de miradouro e de estadia, de merendas, de parque infantil e de desporto, aliados à preservação da memória do Boavista Sport Clube, um 'skate park' e uma zona para a prática de jogos tradicionais (bilro, pião, ferradura, entre outros), enquanto o edifício de apoio existente passa disponibilizar instalações sanitárias.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.