Governo dos Açores estima que região fechou 2017 com dívida de 41,6% do PIB

Governo dos Açores estima que região fechou 2017 com dívida de 41,6% do PIB

 

Lusa/AO online   Regional   20 de Mar de 2018, 12:21

O vice-presidente do Governo Regional dos Açores estimou esta terça-feira que a região tenha terminado 2017 com uma dívida de 41,6% do Produto Interno Bruto (PIB), sublinhando ser "menos de metade" da média europeia.

"É este valor real que garante a nossa sustentabilidade", declarou Sérgio Ávila, falando na Horta, na Assembleia Legislativa Regional dos Açores (ALRAA), num debate de urgência pedido pelo BE sobre o setor público empresarial da região.

Frisando que apenas no final do mês o Instituto Nacional de Estatística (INE) apresentará a globalidade dos dados de 2017, o vice-presidente do executivo açoriano valorizou as "responsabilidades futuras" deixadas pelo executivo com uma dívida pública de "menos de metade da média da União Europeia" e "menos de um terço daquilo que o país tem".

O indicador da dívida pública inclui, entre outros elementos, as contas das empresas do setor público.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.