Governo dos Açores abre 38 vagas na administração pública regional na ilha Graciosa

Governo dos Açores abre 38 vagas na administração pública regional na ilha Graciosa

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   28 de Fev de 2019, 11:39

O Governo dos Açores autorizou a abertura de 38 vagas para vários serviços públicos da administração regional na Graciosa, tendo como objetivo reforçar a capacidade dos serviços nesta ilha e a resposta que é dada aos cidadãos.

Na apresentação do comunicado de Conselho de Governo, que decorreu no final da visita estatutária à ilha Graciosa, o secretário regional Adjunto da Presidência para os Assuntos Parlamentares, Berto Messias, adiantou que as vagas estão direcionadas para Assistentes Operacionais, Técnicos Superiores, Assistentes Técnicos, Enfermeiros, Médicos, Fisioterapia, Terapia da Fala e Vigilante da Natureza.


Berto Messias referiu ainda que foram aprovadas 20 vagas para Estágios Profissionais de Integração Contínua (EPIC) na Graciosa, que têm a duração de quatro meses e se destinam a pessoas desempregadas que tenham terminado programas de inserção socioprofissional.



“A adesão a este programa obriga as empresas a assumirem o compromisso de contratação de, pelo menos, 50% dos estagiários, por um período mínimo de seis meses”, afirmou, citado em nota, acrescentando que serão também promovidos dois novos cursos, um de 3.º Ciclo, no âmbito da Aquisição Básica de Competências, para 26 pessoas, e um de Inglês, para 19 pessoas, através da Rede Valorizar.



Na área social, o Governo dos Açores decidiu apoiar a Associação Casa da Graciosa na Ilha Terceira, tendo em vista a criação de uma residência para alojamento de doentes deslocados na Terceira, bem como ajudar a Santa Casa da Misericórdia da Vila da Praia da Graciosa na obra de remodelação da valência de Lar de Idosos, no valor de 20 mil euros, para ampliar a capacidade de resposta.


Ficou decidido avançar com os procedimentos necessários para a reabilitação de duas habitações localizadas na freguesia de São Mateus, na Graciosa, bem como desencadear os procedimentos necessários para as empreitadas de recuperação das zonas afetadas pelas recentes intempéries, nomeadamente no Porto da Folga, na Piscina do Carapacho e na zona dos Fenais.



Na área da saúde, Berto Messias referiu que será adquirido um ventilador para a Unidade de Saúde de Ilha da Graciosa, um equipamento para suporte básico de vida que representa um investimento de cerca de seis mil euros.



O secretário regional referiu ainda que o executivo pretende promover a inclusão da Graciosa em pacotes turísticos comercializados por operadores nacionais, reforçando a aposta promocional desta ilha, “valorizando-se as suas mais valias, como as dinâmicas culturais, paisagísticas e ambientais, onde o galardão de ilha 'Reserva da Biosfera' tem particular relevância”.



Por outro lado, foi autorizada a celebração de um contrato ARAAL entre a Região e a Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa para a elaboração de um projeto de remodelação da Zona de Lazer do Carapacho.



Na área agrícola, o executivo regional vai avançar com a requalificação do piso do Caminho Florestal da Caldeira, numa extensão de dois quilómetros, num investimento previsto de cerca de 80 mil euros, que beneficiará cerca de nove dezenas de agricultores, bem como promover a realização de sessões de esclarecimento e ações de formação aos agricultores, com o objetivo de melhorar o desempenho técnico e a valorização dos produtos obtidos em modo de produção biológico.



O Governo Regional vai apoiar a participação dos alunos e professores da Escola Básica e Secundária da Graciosa na décima edição do projeto ‘Educação Empreendedora: O Caminho do Sucesso!’, que terá o seu início em setembro.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.