Alterações climáticas

Governo das Maldivas prepara reunião ministerial debaixo de água


 

Lusa / AO online   Internacional   16 de Out de 2009, 15:02

Os membros do governo das Maldivas, vestidos com fatos de mergulho, estiveram hoje a treinar-se para uma reunião ministerial aquática destinada a chamar a atenção para os perigos do aquecimento climático neste arquipélago do Índico.
Os ministros treinaram mergulho a seis metros de profundidade na ilha de Girifushi, a 25 minutos de barco da capital, Male, explicou a coordenadora do evento, Aminath Shauna.

"Está tudo a postos e estamos finalmente prontos para a reunião ministerial de sábado", afirmou.

Está previsto que os ministros autografem os fatos de imersão e os ponham à venda num leilão no site protectmaldives.com, destinando-se a receita à protecção dos recifes de corais, acrescentou.

Para a reunião debaixo de água, o governo instalou uma mesa em forma de ferradura no fundo do mar e os ministros poderão conversar com a ajuda de quadros brancos e de linguagem gestual.

Dos 14 membros do governo, só três não irão mergulhar, dois por conselho médico e o outro por estar em visita à Europa.

A ideia da reunião aquática partiu do presidente das Maldivas, Mohamed Nasheed, a quem uma associação pediu apoio para uma jornada de acção pelo ambiente.

Uma subida do nível do mar de apenas um metro submergiria quase totalmente este arquipélago de 1192 ilhas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.