Governo atribui até 4ME para vacinação e controlo sanitário na pecuária

Governo atribui até 4ME para vacinação e controlo sanitário na pecuária

 

Lusa/AO Online   Nacional   9 de Jul de 2018, 11:06

O Governo limitou a quatro milhões de euros o total de subsídios a atribuir aos produtores de bovinos, ovinos e caprinos para apoiar o controlo sanitário e a vacinação nas pequenas explorações pecuárias, revela um despacho hoje publicado.


O montante total definido pelo secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luís Medeiros Vieira, refere-se à subvenção das organizações de produtores pecuários (OPP) que participam na realização dos programas sanitários aprovados em 2018 pela Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV), no Plano Nacional de Saúde Animal.

"A subvenção a atribuir por bovino, ovino ou caprino é calculada tendo em consideração o número de animais elegíveis por exploração, sujeitos à totalidade dos controlos sanitários previstos para o ano de 2018", lê-se no despacho, incluindo a vacinação nos bovinos, ovinos e caprinos contra a brucelose.

O governante explica no despacho que, quando os animais elegíveis para esta ajuda não ultrapassarem os limites estabelecidos no escalão A (escalão de valor mais elevado), será o valor da subvenção acrescido de um valor base de cinco euros por exploração, de forma a compensar os custos base do controlo daquelas pequenas explorações.

Mas estes valores, adianta o diploma, "não podem ultrapassar o valor máximo de subvenção de quatro milhões de euros, para o ano de 2018".



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.